Pesquisadores cearenses realizam “missão” em Israel

Os pesquisadores do Laboratório de Gestão Integrada da Zona Costeira da Universidade Estadual do Ceará, professor Fábio Perdigão Vasconcelos e a doutoranda Adely Pereira Silveira, integraram a equipe técnica que esteve em missão oficial de visita a quatro plantas de dessalinização de água do mar em Israel, entre elas, a Sorek I, a maior do mundo.

O LAGIZ/Uece é responsável técnico e coordenou o Estudo de Impacto Ambiental (EIA) e o Relatório de Impacto Ambiental (RIMA) do projeto de instalação da planta de dessalinização de Fortaleza – DESSAL do Ceará.

Em Israel, a equipe composta ainda por representantes da Cagece, Semace, Câmara de Vereadores de Fortaleza e SPE Águas de Fortaleza foi recebida pelos diretores e técnicos da empresa israelense IDE Technologies, pioneira e líder mundial na produção de água dessalinizada para abastecimento humano. Ela vai disponibilizar a tecnologia de dessalinização utilizada na DESSAL do Ceará, que será instalada na Praia do Futuro em Fortaleza com capacidade de fornecer 1 m³/s de água potável para abastecer 720 mil pessoas.

A equipe técnica esteve nas plantas de dessalinização Hadera, Sorek I, Sorek II (em construção) e Palmachim. Nas visitas, foram mostrados em detalhes os processos utilizados na dessalinização, desde a captação de água do mar, limpeza prévia da água, processo de retirada dos sais por osmose reversa, remineralização da água para fornecimento à população, limpeza das membranas e descarte da salmoura no mar Mediterrâneo.

A planta de dessalinização de Hadera foi a primeira instalada no mundo com a tecnologia de osmose reversa, com capacidade de produção de 4 m³/s (A DESSAL do Ceará produzirá 1m³/s). A planta Sorek I hoje é a maior do mundo com produção de 5 m³/s. A Sorek II está em construção e será a maior produtora de água dessalinizada do planeta, com previsão de produzir 8m³/s. Esta planta seria capaz de abastecer Fortaleza e sua região metropolitana.

Foram visitadas todas as instalações e realizadas reuniões com os diretores e técnicos da IDE Technologies, ocasião em que foram discutidos os aspectos técnicos e operacionais das plantas, os processos construtivos em ambiente terrestre e marítimo, as medidas mitigadoras para diminuição dos impactos ambientais, a viabilidade econômica dos projetos e a relação dos empreendimentos com a sociedade.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Digite os caracteres da imagem no campo abaixo *