CEO da Pfizer visita Museu do Holocausto e recebe homenagem de Israel

Filho de sobreviventes do Holocausto, o CEO da Pfizer, Albert Bourla, visitou o Yad Vashem. Ele e a esposa, Myriam, participaram de uma cerimônia no “Hall of Remembrance” e colocaram uma coroa memorial na laje sob a qual as cinzas das vítimas do Holocausto estão enterradas.

Dias depois, Bourla recebeu das mãos do presidente do país, Isaac Herzog, o prêmio “Prêmio Genesis”, conhecido como “Nobel Judaico”, que reconhece o impacto humanitário, o compromisso com os valores judaicos e o apoio a Israel.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Digite os caracteres da imagem no campo abaixo *